escoliose lordose cifose

Entenda a diferença entre escoliose, lordose e cifose



Escoliose, lordose e cifose são três tipos de condições caracterizadas por deformidades na estrutura da coluna vertebral.  Cada um desses problemas exige cuidados específicos para evitar que a qualidade de vida da pessoa seja prejudica. Além disso, entender as principais características dessas irregularidades é essencial para buscar ajuda médica no momento certo.

A seguir, vamos entender um pouco melhor sobre quais são as diferenças entre a escoliose, lordose e cifose. Acompanhe e saiba mais!

O que é cifose?

A cifose é uma condição que atinge a parte superior das costas. Caso o indivíduo tenha sua cabeça projetada mais à frente que o resto do corpo, ou a parte superior das costas seja particularmente arredonda, pode ser que tenha cifose.

Esse problema pode provocar danos significativos à saúde, afetando a função fisiológica da pessoa e deixando-a mais propensa ao desenvolvimento de lesões.

O que é lordose?

O nome dessa condição já é muito sugestivo: a lordose ocorre na região lombar. Ela é caracterizada por uma curva irregular, por isso, quando uma pessoa desenvolve essa condição ela parece estar se inclinando para trás.

Outra característica observável são as nádegas que, devido à presença da lordose, parecem estar mais pronunciadas quando a pessoa está sentada. Também é possível observar um arco na região lombar, quando ela se deita de costas sobre uma superfície dura.

A lordose pode atrapalhar a rotina diária, provocando dores que variam de leves a graves. A condição pode ser aliviada com o uso de cintas e medicamentos anti-inflamatórios.

O que é a escoliose?

Por fim, temos a escoliose. A título de curiosidade, essa deformidade postural é a mais popular e recorrente. Podemos verificá-la quando a pessoa olha para trás: essa condição faz com que a coluna seja afastada da linha mediana das costas, o que força o surgimento de uma forma de ‘S’ ou ‘C’.

Como consequência, essa condição pode fazer com que a pessoa fique de pé ou se sente de maneira desigual, o que fica evidente quando observamos que um ombro está mais baixo que o outro.

Um fator importante de se saber sobre a escoliose é que, ao contrário da cifose e lordose, essa condição não tem suas causas muito bem detalhadas pela ciência. Porém, existem estudos e pesquisas que sugerem que sua ocorrência possa ter relação com defeitos genéticos.

Cuidados com a coluna vertebral e as articulações

Todos nós devemos estar constantemente atentos para a criação de hábitos e comportamentos que contribuam para prevenir problemas posturais. Algumas práticas que podem ajudar são:

  • Evitar transportar objetos muito pesados ou carregar muito peso, principalmente se estiver carregando apenas de um lado do corpo;
  • Tomar cuidado com movimentos bruscos, pancadas e quedas. Lesões e deslocamentos podem surgir de situações assim. Além disso, vale a pena procurar um médico para uma avaliação, pois pode acontecer de a coluna ter sido afetada em uma queda, por exemplo, e a pessoa nem perceber;
  • Alimentar-se corretamente, além de praticar alguma atividade física, ajuda a manter o peso ideal e evita que diversos problemas surjam devido à sobrecarga da coluna;
  • A postura correta é um hábito que todos devem se policiar para ter. E isso deve ser observado em todos os momentos: na mesa de trabalho, enquanto descansa no sofá, caminha e até mesmo na hora de dormir.

As recomendações acima, apesar de simples, são essenciais para evitar complicações envolvendo a escoliose, lordose e a cifose. No mais, sempre procure orientação médica no caso de algum incômodo e dores na região das costas!

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como médico e quiropata em Guarapuava

Comentários

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp